Ecological Engagement Award: Joice Nunes Fereira - British Ecological Society (BES)

A pesquisadora Joice Ferreira, PPGCA-Embrapa Amazônia Oriental é premiada pela Sociedade Britânica de Ecologia (BES) 2019, na categoria “Engajamento Ecológico”, que premia um ecólogo que contribuiu para o envolvimento do grande público com as pesquisas em ecologia por meio de iniciativas de comunicação e interação em diferentes mídias no nível mundial.

Comenda Mulher Cientista 

A profª do PPGCA/MPEG Ima Célia Guimarães Vieira recebeu Comenda Mulher Cientista, na categoria Cientista Master. Criada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Estado do Pará (Sectet).

 

Início das atividades do PPGCA em 2019 - Mestrado e Doutorado 

Abertura do Ano Letivo 2019 - Mesa Redonda - Mudanças Climáticas e a Floresta Amazônica: contribuições das pesquisas do PPGCA: Everaldo de Souza, Joice Ferreira, Luciano Jorge Serejo dos Anjos e Vitor Hugo Freitas Gomes.  

 

O PPGCA em Notícia

Vegetação nativa em propriedades privadas gera R$ 6 trilhões por ano Reservas Legais contribuem para maior produtividade agrícola, explica Jean Paul Metzger. Pesquisa com a participação das pesquisadoras Joice Ferreira (PPGCA-EMBRAPA) e Ima Vieira (PPGCA-MPEG) e mais 407 cientistas brasileiros de 79 instituições. (Publicação) (Publicação) (Publicação) (Artigo)

A pesquisadora Joice Ferreira, PPGCA-Embrapa Amazônia Oriental é premiada pela Sociedade Britânica de Ecologia (BES) 2019, na categoria “Engajamento Ecológico”, que premia um ecólogo que contribuiu para o envolvimento do grande público com as pesquisas em ecologia por meio de iniciativas de comunicação e interação em diferentes mídias no nível mundial. (Publicação)

Fonte: Territórios e alianças políticas do pós-ambientalismo. Artigo com Docentes e Discentes do PPCGA que serviu como base para a publicação "Todos os caminhos levam ao boi". (Vídeo) (Texto)

Aquecimento e desmate podem cortar Amazônia pela metade em 2050. O resultado sinistro vem de uma análise da distribuição atual de mais de 10 mil espécies arbóreas, cruzada com modelos de projeção de desmatamento e com dois cenários dos modelos climáticos do IPCC, o painel do clima das Nações Unidas. Os resultados estão num artigo científico no periódico Nature Climate Change. O grupo liderado pelo cientista ambiental Vítor Gomes, da Universidade Federal do Pará, mostrou que, embora o desmatamento seja hoje a maior causa da perda de habitat na Amazônia, nas próximas décadas ele deverá ser suplantado pela crise do clima. (Publicação)

Desmatamento e clima podem em 30 anos reduzir Amazônia à metade. (Publicação)

Como as florestas renascem: Em áreas secas, as árvores de madeira dura são as primeiras a se regenerar naturalmente, ao contrário do que ocorre em zonas úmidas. Em Pesquisa FAPESP - Se possível, a restauração florestal deve contar com a regeneração natural, a chamada restauração passiva. Ela é mais barata e leva a uma vegetação mais diversificada e resiliente”, diz a ecóloga Ima Vieira, do Museu Paraense Emílio Goeldi, instituição afiliada ao 2ndFOR. “Apenas em áreas degradadas onde a regeneração natural é difícil, o plantio de árvores é uma boa alternativa.” (Publicação)

Por uma reserva legal justa, protetora e produtiva: M. BUSTAMANTE, I. VIEIRA, V. PILLAR e G. FERNANDES (Publicação). Este artigo foi escrito com apoio do grupo "Coalizão Ciência e Sociedade", formado por aproximadamente 50 cientistas de diversas instituições de pesquisa do País.

Florestas regenerantes recuperam rapidamente a riqueza de espécies mas lentamente a composição de espécies: uma rede internacional de ecólogos da América Latina, Estados Unidos e Europa, da qual participa a docente do PPGCA Dra Ima Vieira, publicaram esta semana um estudo na revista científica Science Advances onde elucidam o papel das florestas secundárias na conservação de da diversidade de árvores tropicais. A rede inventariou as árvores de 1.800 parcelas em florestas tropicais localizadas em 56 áreas de estudo de 10 países da América Latina. 

Publicação: Rozendaal, D. et al. Biodiversity recovery of Neotropical secondary forests. 2019. Science Advances 5: eaau3114

 - DOSSIÊ INDICADORES DE SUSTENTABILIDADECiência e Cultura, 71(1)2019. Ima Célia Guimarães Vieira. 

Second rate or a second chance? Assessing biomass and biodiversity recovery in regenerating Amazonian forestsCom a participação dos Docentes/PPGCA: Ima Vieira, Joice Ferreira  e Jos Barlow.

Amazon forests failing to keep up with climate change. Com a participação dos Docentes/PPGCA: Ima Vieira e Jos Barlow (em português - Amazônia sofre com as mudanças climáticas).

Artigo de referência: Compositional response of Amazon forests to climate change. Global Change Biology, November 2018.

The impact of the 2015/2016 El Niño on the terrestrial tropical carbon cycle: patterns, mechanisms and implications. Lucy Rowland, Yadvinder Malhi, Luiz E.O. Aragão and Rosie A. Fisher (org.). Philosophical Transactions of the Royal Society B. Com a participação dos Docentes/PPGCA: Alessandro C. Araújo, Joice Ferreira e Jos Barlow. E da Mestre egressa/PPGCA: Amanda Cardoso Nunes Cordeiro. 

Políticas de desenvolvimento em Atalaia, Ajuruteua e Crispim: Adrielson Furtado Almeida - tese "Os efeitos das políticas públicas de desenvolvimento socioeconômico na zona costeira do nordeste paraense: expansão rodoviária, urbanização e atividade turística"; PPGCA/IG, Dr. Mário Augusto G. Jardim (orientador). Jornal Beira do Rio. 

 

Os Pesquisadores do PPGCA atuando no fomento de Políticas Públicas

» Impactos do Programa Sistema Nacional de Biodiversidade (SISBIOTA Brasil). Documento apresentado no I Simpósio de Avaliação de Políticas de C&T – CNPq e CGEE. Autores: Katia Ribeiro (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - Brasil), Roberto Berlinck (Universidade de São Paulo - Brasil), Mariana Cariello (CNPq - Brasil), Martha Marandino (Universidade de São Paulo - Brasil), Jean Metzger (Universidade de São Paulo - Brasil), Denise Oliveira (CNPq - Brasil), Fabio Scarano (Universidade Federal do Rio de Janeiro - Brasil) e Ima Vieira (Museu Paraense Emílio Goeldi - Brasil). (link)

» Por uma reserva legal justa, protetora e produtiva: M. BUSTAMANTE, I. VIEIRA, V. PILLAR e G. FERNANDES. Este artigo foi escrito com apoio do grupo "Coalizão Ciência e Sociedade", formado por aproximadamente 50 cientistas de diversas instituições de pesquisa do País. (link)

» NOTA DA COALIZÃO CIÊNCIA & SOCIEDADE SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIA 867/2018 DO PODER EXECUTIVO. Mercedes Bustamante (UnB) e Ima Vieira (MPEG). Este artigo é subscrito pelo grupo Coalizão Ciência e Sociedade. (link)

» Participação no Grupo de trabalho coordenado pelo IPEA para definir as Metas Nacionais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável  Objetivo 15. (Ima Vieira)

Objetivo 15 PROTEGER, RECUPERAR E PROMOVER O USO SUSTENTÁVEL DOS ECOSSISTEMAS TERRESTRES, GERIR DE FORMA SUSTENTÁVEL AS FLORESTAS, COMBATER A DESERTIFICAÇÃO, DETER E REVERTER A DEGRADAÇÃO DA TERRA E DETER A PERDA DE BIODIVERSIDADE (link)

» Participação no Grupo de Trabalho coordenado pelo IBGE visando a produção de informações para a Agenda 2030, em duas reuniões setoriais(Ima Vieira)

» Participação na equipe que discutiu o Centro de Síntese em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos- Simbiose, coordenado pelo CNPq e Fapesp(Ima Vieira)

» Participação no II Workshop do Simbiose, no Instituto de Estudos Avançados-IEA-USPO (Ima Vieira), para refinamento da missão e dos principais objetivos e definição dos principais tópicos para a primeira chamada do Centro. (link)

» Participação na Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos - (BPBES) (Ima Vieira), com duas reuniões em 2018 para preparar o I Diagnóstico Brasileiro de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos. (link)

» Participação no Second Workshop on Regional Climate modeling and Extreme Events over South America (Everaldo B. de Souza).The focus of this workshop will be on the application of dynamical (RegCM4) and statistical tools for the generation of high resolution climate experiments. That will provide a background for regional climate modelling focused on the South America region (SA).  (link)

» Participação no processo de avaliação dos Impactos do Programa Sistema Nacional de Biodiversidade – SISBIOTA Brasil – documento apresentado no I Simpósio de Avaliação de Políticas de C&T – CNPq e CGEE.

Autores: Katia Ribeiro (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - Brasil) | Roberto Berlinck (Universidade de São Paulo - Brasil) | Mariana Cariello (CNPq - Brasil) | Martha Marandino (Universidade de São Paulo - Brasil) | Jean Metzger (Universidade de São Paulo - Brasil) | Denise Oliveira (CNPq - Brasil) | Fabio Scarano (Universidade Federal do Rio de Janeiro - Brasil) | Ima Vieira (Museu Paraense Emílio Goeldi - Brasil)

(link 1(link 2)

» Participação na Coordenação do grupo do SISMOI - SISMOI (Sistema Brasileiro de Monitoramento e Observação dos Impactos das Mudanças Climáticas). (Peter Toledo)

 

Demais ações

A edição da série de livros AMAZÔNIA EM TEMPO: ESTUDOS CLIMÁTICOS E SOCIOAMBIENTAIS, tanto em sua versão impressa, quanto digital, disponibilizada no site, também contribui para a divulgação do PPGCA entre os cursos de Pós-Graduação de todo o país. 

Tem-se, ainda os SEMINÁRIOS INTEGRADOS, uma oportunidade para a aproximar a comunidade acadêmica do programa por meio da realização de palestras de pesquisadores de diversas regiões do Brasil e também estrangeiros.  Nesses eventos, apresenta-se estudos e discute-se sobre temas de interesse em várias áreas do conhecimento, com ênfase as ciências biológicas e ambientais, que são ótimos para estabelecerem conexão entre diferentes saberes, seguindo perspectiva interdisciplinar